INÁ Arquitetura | Rua Guarará, 565 - Jardim Paulista | São Paulo SP
Escolha uma Página

CONHEÇA MAIS SOBRE LADRILHOS HIDRÁULICOS SEM SAIR DE CASA

De valor histórico e totalmente artesanal, o material é opção certeira para imprimir personalidade e estilo ao apartamento. Saiba sua história.

Duráveis, charmosos e versáteis. Os ladrilhos hidráulicos estão com tudo! Seja para revestir o chão ou as paredes, essas peças chamam atenção e tornam destaque qualquer cômodo em que estejam presentes. Mesmo de ares vintage que remetem à estética dos anos 1920, encantam todos os gostos, já que são totalmente personalizáveis. As possibilidades de cores, grafismos e combinações são inacabáveis, ótimo para quem quer uma mudança de ares.

Há quem pense que o ladrilho como tendência no décor é recente, mas o material da forma como conhecemos percorreu um longo trajeto para receber a admiração dos dias de hoje. Em cada dimensão, o ladrilho hidráulico carrega um valor incalculável que segue tradições criativas. Quem está por dentro da indústria faz questão de resgatar a dinâmica de geração para geração para que esses valores se mantenham vivos ao longo do tempo.

É um elemento arquitetônico tão importante que, no Brasil, o item é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) como patrimônio material e imaterial. Isso porque, em cada detalhe, sua estética é emblemática e de valor cultural imensurável. Se estiver pensando em reformar seu apartamento ou sua casa, aqui vai uma dica: seja no chão da cozinha ou nas paredes do banheiro da suíte, revestir com ladrilhos hidráulicos é vestir a casa de história. E, para nós, é isso que move um lar.

Ladrilhos estão há mais de um século decorando casas ao redor do mundo

Para explicar o boom e a importância do ladrilho hidráulico, é preciso voltar no tempo. Tudo começou no século 19, quando o material foi visto como uma alternativa de substituir mármore e cerâmica. Em comparação a esses dois, era mais barato e mais resistente.

Com a ascendência de construções modernistas em Barcelona, os produtores catalães foram os precursores da arte do ladrilho. As produções da empresa Garreta Rivet i Cia receberam menção honrosa na Exposição Universal, evento que aconteceu em Paris, em 1867, e reuniu 41 países que apontavam tendências mundiais nas áreas industriais e artísticas. Vinte anos depois, entrou no circuito de art déco e já estava presente tanto dentro como fora das casas, revestindo também ruas, calçadas e fachadas dos edifícios.

Excelência ítalo-brasileira em ladrilhos hidráulicos

Foi no início do século 20 que portugueses, espanhóis e italianos migraram para o Brasil mirando na expectativa de, mais do que aquecer o mercado de decoração, sobreviver. Um desses imigrante era o senhor Federico Ruocco, que migrou da Itália para o país com a roupa do corpo e duas forminhas para começar seu negócio.

Em 1922, a cidade de São Paulo enfrentava mudanças nos cenários políticos, econômicos, sociais e culturais. Foi nesse cenário que Federico chegou por aqui e ocupou o número 69 da Rua Porto Calvo, no bairro do Bom Retiro. Lá, iniciou a mais longeva trajetória do ladrilho hidráulico no Brasil. Nasce a Ladrilar, fábrica que segue firme e forte há quatro gerações na mesma sede.

Não levou muito tempo até que o negócio alçasse voo. Com apenas quatro anos de existência, em 1926, a fábrica foi requisitada para fazer os ladrilhos do Edifício Martineli, um dos mais emblemáticos do Centro Antigo. Começa aí uma grande contribuição à estética paulistana. Com Paulo Mendes da Rocha, em 1990, forneceram os ladrilhos da Pinacoteca de Sâo Paulo. A praça Júlio Prestes e a Rua Avanhandava, sem contar inúmeras igrejas da cidade, também entram no portfólio extenso da Ladrilar.

Para Hamilton Ruocco Jr., o bisneto de Federido e atual dono da marca mais conhecido com Miltinho ou apenas Junior, os ladrilhos nunca saíram de moda. O que impulsiona o conhecimento sobre eles são as redes sociais em alta, que facilitam a divulgação. “Antigamente, dependia só da mídia impressa,” diz. Abra o feed do Instagram e comprove.

Os ladrilhos que encantaram grandes nomes da arquitetura modernista

Fãs que somos de uma arquitetura humanizada e que respeita as relações, fazemos o telefone da Ladrilar tocar praticamente em todas as obras. Mesmo com quase dez anos de INÁ, até hoje nos perdemos em meio a tantos moldes. Existem mais de mil e quinhentos disponíveis.

Paulo Mendes da Rocha também ficou fã. Tanto que, em seus projetos, usou tanto o modelo Estrela que a Ladrilar o renomeou para Modelo Estrela Paulo Mendes da Rocha. Para criar ilusão de um espaço mais amplo e brincar com grafismos, revestimos a cozinha da Bia com eles. Os traçados de Flávio de Carvalho também foram eternizados nos moldes da coleção exclusiva “Cinco Sentidos do Homem”.

É tanta influência no saber de fazer ladrilhos que chegou até em Oscar Niemeyer. Hamilton mal soube como reagir quando, em 2008, recebeu um telefonema do próprio, que pediu por uma edição limitada com um desenho exclusivo. Hoje, esses ladrilhos revestem a capela Santa Clara, projetada por ele em São Sebastião da Grama, interior de São Paulo. Não é para qualquer um!

Um século da admirável trajetória em prol de uma decoração humanizada

Prestes a completar cem anos de história, nada mudou na maneira que a linha de produção concebe uma peça. Na Ladrilar, apesar do avanço tecnológico, tudo continua exatamente como quando o senhor Federico decidiu começar: 100% artesanal. Isso desperta uma magia ainda maior sobre o material. Segundo Hamilton, “a excelência é a mesma de quase um século”.

Você pode saber mais sobre a Ladrilar clicando aqui!

Quem passa pelos grandes portões acinzentados da casinha amarela se emociona de tanta nostalgia. Ao ver os ladrilhos secando em grandes estantes de madeira ou o trabalho das prensas, o processo respeita trajetórias que já vieram e as que estão por vir. No fim, não é só ladrilho. É arte.

Confira a entrevista do INÁ com o Hamilton!

LEIA MAIS:

Quanto custa reformar um banheiro

  A reforma de um banheiro O banheiro é um dos ambientes que os moradores mais desejam reformar. Um número enorme de pedidos chega a nós mensalmente para reformar este espaço. Talvez seja o que também gere mais dúvidas quanto ao preço, que é maior do que os...

ler mais

Etapas de uma reforma completa

  Etapas de uma reforma completa de apartamento Como você verá abaixo, uma obra completa é composta por fases complexas. Cada etapa deve ser realizada no momento certo e ter o acompanhamento adequado. Confira o passo a passo de uma reforma completa quando você...

ler mais

Como planejar uma reforma de apartamento?

Como se planejar para uma reforma Entra ano e sai ano e você permanece imaginando morar no imóvel dos seus sonhos mas não sabe por onde começar a reforma do apartamento? Você quer ter uma sala para relaxar? Um quarto onde possa descansar após um dia do trabalho? Uma...

ler mais